31 Metas do PMC

1- Aprovação, até o final de 2017, de legislação específica para Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial, preservação e tombamento do Patrimônio Material e Natural do município.

2- Até final do primeiro semestre de 2017, cadastrar todo o patrimônio material, imaterial e natural passíveis de registro e tombamento do município.

3- Aumento de recursos orçamentários anuais destinados à preservação desses patrimônios, em pelo menos quatro vezes, incidentes sobre os recursos previstos na LOA 2015.

4- Dotar de estrutura física e/ou financeira, através de editais, as instituições privadas de cultura, devidamente regulamentadas, com relevante contribuição cultural para o município.

5- Realização anual de mostra de Artes Integradas nas escolas do município

6- Realização anual de festivais que contemplem as diversas linguagens artísticas

7- Realização anual de feiras culturais e do Salão de Artes Visuais de Escada

8- Garantir ao Conselho Municipal de Política Cultural estrutura física, recursos e condições para o exercício de suas funções, e aos conselheiros a participação em cursos, seminários, oficinas de formação em gestão e linguagens culturais, a cada semestre.

9- Garantir aos artistas, através de seleção ou editais, a participação anual em cursos, seminários e oficinas em diversos níveis de formações

10- Garantir em 100% das escolas municipais e 60% das demais redes o acesso aos saberes e conhecimentos culturais

11- Realização de um fórum anual com artistas, produtores culturais e sociedade civil, visando o acompanhamento do Plano Municipal de Cultura, a aplicação do Fundo Municipal de Cultura, avaliação da atuação do CMPC, discussão de projetos e organização dos territórios criativos

12- Fomentar a pesquisa, a formação, a produção e a difusão de conhecimento do acervo cultural do município

13- Até 2017, estabelecer corpo técnico, com disponibilidade para a cultura, visando a elaboração e acompanhamento de projetos, captação de recursos e sustentabilidade econômica

14- Ampliar anualmente em 0,5% os recursos destinados à cultura no orçamento municipal, tendo como referência a LOA de 2015.

15- Requalificar todos os espaços de cultura atualmente existentes no município e construir espaços que integrem cultura e lazer.

16- 100% de bibliotecas públicas, museus, praças, arquivos públicos e espaços culturais com garantia de acessibilidade e promoção cultural por parte das pessoas com deficiência.

17- Sistematização de 100% dos indicadores culturais do município e disponibilização das informações para acesso público.

18- Mapeamento e atualização dos dados cadastrais dos artistas, grupos, equipamentos e segmentos culturais em cadeias produtivas da economia criativa.

19- Instituir e divulgar calendário permanente dos eventos culturais do município

20- Retomada de pelo menos 60% das manifestações culturais tradicionais inviabilizadas nas últimas décadas, bem como o incentivo àquelas em formação.

21- Criação da Orquestra Municipal de Escada

22- Criação do Coral Municipal de Escada

23- Criação da Escola Municipal de Dança de Escada

24- Estimular e incentivar a criação de bibliotecas comunitárias, ludo tecas, cineclubes, ateliês coletivos, pontos de cultura e outros.

25- Estimular a criação de entidades representativas de organização dos artistas.

26- Integração e parceria com pelo menos 60% de entidades locais na execução de projetos e políticas públicas de cultura

27- 30 empresas do município com adesão ao Vale-Cultura

28- Estabelecer parceria ou convênios com pelo menos 10 instituições estaduais e 5 nacionais ou internacionais para estimular as ações de cultura

29- Apoiar incentivar e fomentar, através de editais, o estudo e a pesquisa sobre a história do município e suas manifestações culturais.

30- Publicação de um livro que seja referência bibliográfica sobre a história do município de Escada

31- Manter a Secretaria de Cultura do município